CONHEÇA A FANTÁSTICA HISTÓRIA DE MARIANA E SUA PAIXÃO PELA LEITURA

 

Ler, aprender e viajar nas histórias faz parte do cotidiano das pessoas que amam leitura e se aventuram a cada novo livro. É assim com a jovem Mariana Augusta Luz Pagani, de 13 anos, aluna do Marconi Flórida I.

 

Seu amor por livros começou sutilmente há aproximadamente três anos e foi aumentando junto com a quantidade de livros que a adolescente lê recentemente.

 

Batemos um papo legal com a aluna. Vem viajar nessa história com a gente!

 

CM - O que despertou esse amor pela leitura?

Eu assisto muitos vídeos de Booktubers [canais no Youtube para falar sobre livros]. Um dia eu estava no Youtube e vi um canal chamado “Livros e Fuxicos” e foi aí que comecei a acompanhar e a curtir mais esse universo.    

 

CM - Fala um pouco sobre seu perfil na internet (Mari e seus livros). Qual seu objetivo ao criá-lo?

Quero incentivar as pessoas à leitura, fazer com que meus seguidores leiam mais. Por isso, faço a resenha dos livros para que se identifiquem com os livros que eu gosto.

 

CM - O que você aprende com os livros?  

Eu acho que a gente aprende muito com certos assuntos. Eu viajo nas histórias. Eu pego indicações na internet de diversas obras e geralmente são todas voltadas para o público juvenil.

 

CM - O que você gosta de fazer nas horas vagas?

Assistir séries, filmes, ler livros e gosto de ouvir música também.

 

CM - Você pensa em ser escritora?

Eu penso sim, mas acho que é muito difícil ter criatividade para construir uma história.

 

CM - Que profissão pretende seguir?

Quero ser veterinária.

 

CM - Quantos livros você lê em média no mês e quantos já leu até hoje?

Eu leio mensalmente de cinco a seis livros. Até hoje já li, em média, sessenta livros.

 

CM - Como consegue os livros? Você compra, ganha ou troca?

Meus pais são meus maiores incentivadores. Todas as vezes que saímos para comprar pego de três a quatro. Quando termino de ler todos eles, compro mais.  Ganho muitos também de aniversário. As pessoas já sabem desse meu amor e me presenteiam bastante, mas às vezes pego emprestado também (risos).

 

CM - O que os livros agregam pra você?  

Eu acho que eles ensinam muitas coisas, são lições de vida. No meu caso a cada leitura tem sempre algo que me identifico, seja com a história ou com certos personagens.

 

CM - Qual seu livro preferido?

Nossa, essa pergunta é difícil, mas tem uma série que eu acho muito legal, que é “Minha vida fora de série”. No meu caso me identifico porque as histórias são feitas para a minha faixa etária.

 

CM - No dia 23 de abril é comemorado o dia mundial do livro. O celebrar com essa data?

Aprendizado. Ler é muito gostoso. A gente viaja muito e conhece vários locais, sem estar lá, além de saber sobre várias culturas e temas abordados cotidianamente, como o racismo, por exemplo. A leitura permite que a gente aprenda de todas as formas.

 

CM - Qual o papel do Marconi nesse processo de amor à leitura?

Eu gosto muito de português e hoje tenho uma professora [Denilda] que me incentiva bastante, ela sempre fala sobre diversas obras. De certa forma me ajudou bastante.

 

*Agradecemos a participação da aluna Mariana. Ela nos mostrou que o maior estímulo para a leitura na adolescência  é fazer com que os jovens leiam por prazer.

 

“A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde.” André Maurois

 

Please reload

Posts Em Destaque

COLÉGIO MARCONI É CAMPEÃO DA OCG 2019

September 27, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo